RISCOS GEOTÉCNICOS E VULNERABILIDADES: UMA ABORDAGEM UTILIZANDO GRADE REGULAR ESTATÍSTICA EM UMA ZONA COSTEIRA DO BRASIL / Geotechnical Risks and Vulnerabilities: An Approach using Statistical Grid in a Brazilian Coastal Zone

Allan Yu Iwama, Maria do Carmo Dias Bueno, Álvaro de Oliveira D'Antona, Mateus Batistella

Resumo


Este trabalho teve o objetivo de analisar as situações de risco e de vulnerabilidade em uma parte da zona costeira brasileira: porção do estado de São Paulo. Para esta análise, partiu-se de uma abordagem utilizando uma grade regular definida em 250 m para áreas urbanas e 1000 m em áreas rurais para agregar variáveis do Censo Demográfico de 2010 (por exemplo: idade, renda, sexo, entre outros). Operações de análises espaciais foram realizadas em um Sistema de Informação Geográfica (SIG), junto com variáveis de riscos geotécnicos associados aos processos do meio físico: escorregamentos, inundações e recalques do solo. Os resultados, por células regulares, indicaram que a tendência de: pessoas mais idosas (> 60 anos) se concentrarem em áreas mais próximas da faixa costeira (caso de Santos, por exemplo); concentração de pessoas com renda inferior a 2 salários mínimos em áreas de alto risco de escorregamentos, inundação ou recalques do solo; estudos prospectivos devem ser investigados para analisar a sobreposição de pessoas de baixa renda e da cor negra ou parda em áreas com potenciais riscos à inundação ou àqueles relacionados à proximidade da linha costeira; a aplicação da grade regular sobre os riscos geotécnicos pode ser um grande potencial para as análises ambientais e no contexto de mudanças climáticas.

Texto completo:

PDF


Revista da Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto - SBC | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados